Linguagem
Novidade

Mercadão dos Óculos mira expansão no Nordeste

Rede irá inaugurar mais de 10 lojas até o fim deste ano e tem a previsão de comercializar outras 20 unidades

Foto: divulgação
O Mercadão dos Óculos, uma das 50 maiores franquias do Brasil, anuncia seu plano de expansão para o Nordeste. Até dezembro deste ano, a rede tem a previsão de inaugurar mais de 10 unidades e comercializar outras 20.

Atualmente, o Mercadão dos Óculos conta com 14 franquias na região. “Essas lojas possuem um ótimo ticket médio e uma média de faturamento mensal de quase R$ 50 mil”, comenta Gustavo Freitas, diretor-executivo do Mercadão dos Óculos.

É o caso de Maranhão, estado com cinco lojas, sendo a de Imperatriz o terceiro maior ticket médio de toda rede; Bahia conta com três franquias, duas delas (Eunápolis e Lauro de Freitas) entre as mais rentáveis do Nordeste; Ceará e Piauí possuem duas cada uma, e Pernambuco e Paraíba uma.

“No Nordeste, o segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar cresceu 4,9% em 2020, faturando mais de R$ 7 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Franchising”, diz.

Além disso, o franchising resistiu bem à crise de maneira geral em alguns estados. É o caso de Maranhão, que em 2020 teve um aumento de 3,5% no faturamento e 2% em número de unidades, de acordo com dados da ABF.

Bahia e Ceará apresentaram queda, mas um recuo discreto se comparado aos número nacionais: de 5% e 0,4% no faturamento e em número de unidades no estado baiano, respectivamente; e 6,9% e 0,6% no Ceará. Para efeito de comparação, no setor, a queda foi de 10,5% de faturamento e 2,6% no número de franquias.

“O Nordeste é uma potência, há bastante espaço para o franchising, principalmente nas cidades pequenas, para as quais contamos com um modelo de negócio específico”, diz.

“Além disso, as óticas foram consideradas serviço essencial durante a pandemia e como nossas franquias são de rua, podem ficar abertas com as restrições. Vale ressaltar, também intensificamos os treinamentos, o que proporcionou uma boa rentabilidade para as unidades da região”, completa.

Apesar da pandemia, o Mercadão dos Óculos foi uma das poucas redes que conseguiu manter o plano de expansão. Em 2020, a rede cresceu 67%, sendo a segunda que mais cresceu entre as 50 maiores franquias do Brasil. Foram 127 inaugurações e 225 unidades comercializadas. Destas últimas, 101 compradas por multifranqueados.

“O franqueado é nossa maior ‘propaganda’. Se ele está adquirindo outras unidades, significa que está satisfeito com o modelo de negócio e as ações da franqueadora”, comenta Fábio Nadruz, diretor de operações do Mercadão dos Óculos.

Freitas ressalta as ações da rede nos últimos anos, por exemplo, maior investimento em marca própria, inovação com tecnologia de venda, novos canais para atender o cliente, e o crescimento do segmento de Saúde, Beleza e Bem-Estar do setor de franquias, em 3,1%, da qual a rede faz parte.

“Desde a fundação, o Mercadão dos Óculos trabalha com marcas próprias de armação, mas no ano passado entramos com lentes próprias também. Isso diminui muito o custo do franqueado para adquirir produtos e aumenta sua margem de lucro”, explica. “Destaco também a força do nosso segmento de atuação que, segundo a ABF, têm crescido todos os anos mesmo em um cenário de crise”, complementa.

Em 2020, o Mercadão dos Óculos ganhou pela quarta vez consecutiva a classificação 5 estrelas do prêmio Melhores Franquias do Brasil, realizado pela revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. No segmento de Saúde e Bem-estar, a marca foi a 1ª colocada entre as óticas. “Hoje, somos a única rede de óticas em todo Brasil a obter o mérito de excelência em franchising”, comenta o CEO da rede.

Para este ano, o Mercadão dos Óculos planeja inaugurar 200 unidades e comercializar outras 250. De acordo com Freitas, a rede atuará em diferentes frentes, por exemplo, ampliar a presença nas capitais, mas também em cidades com até 30 mil habitantes – para qual a franquia possui um modelo de negócio específico.

Para adquirir uma franquia do Mercadão dos Óculos, o investimento é de R$ 150 mil. O prazo de retorno estipulado é de 15 a 20 meses.





assessoria