Linguagem
Inovação

Loja pessoense monta kits de torcida para Juliette, que está na final do BBB 21

Empresária, atendida por consultoria gratuita do Sebrae Paraíba, é dona de loja especializada em brindes personalizados

Foto: divulgação
O fenômeno Juliette, cujo carisma e sinceridade durante a edição 2021 do Big Brother Brasil fizeram com que ganhasse milhares de fãs em todo o país, está contribuindo, também, para a inovação em pequenos negócios. Com a final do programa prevista para esta terça-feira (4), a torcida poderá contar com itens para torcer pela ‘sister’: a loja Presentes Especiais, localizada no bairro da Torre, em João Pessoa, montou kits personalizados para atingir diferentes públicos. Analista do Sebrae Paraíba comenta sobre como empresas precisam estar “antenadas” para inovarem em seus produtos. 

A empresária Thais Fernandes, da loja Presentes Especiais, contou que está sempre atenta às tendências do mercado. Por exemplo, quando a pandemia começou, a loja foi uma das primeiras a confeccionar máscaras de proteção, mesmo quando o item não era obrigatório. “No total, já vendemos mais de 200 mil máscaras e enviamos para vários estados, a exemplo de Brasília. Vemos a tendência e o comportamento do consumidor para aproveitar oportunidades e perceber como podemos inovar diante do cenário”, afirmou, acrescentando que a iniciativa foi responsável por manter as contas da empresa em dia quando teve de fechar as portas. 

Sobre os kits montados com foco em Juliette, que possui itens como copo metalizado, balde de gelo, balde de pipoca, copo de gin e camisa, a empreendedora enfatizou que buscou, primeiramente, a equipe jurídica da campinense, para ter autorização para produzir os brindes.“Quando começou o BBB e vimos a repercussão da participação de Juliette, tivemos a ideia de criar brindes e montar kits. Pensamos nas torcidas que ficarão em casa, devido à aglomeração, e em quem vai querer ou não consumir bebidas alcoólicas. A mãe de Juliette recebeu um protótipo do kit e gostou bastante. Depois que ela postou nas redes sociais, tivemos um grande retorno e ganhamos mil seguidores em um dia”, relatou. 

Além de ficar atenta a fenômenos como o de Juliette, a empresária disse que tem aproveitado datas comemorativas, a exemplo do Dia das Mães, para fazer brindes para os clientes. “Nossos clientes são escolas, hospitais e faculdades, por exemplo, que distribuem brindes durante essas datas. Também vendemos para pessoas físicas itens personalizados”, frisou. Participante do atual ciclo do Brasil Mais-ALI, a empresária afirmou que a experiência tem sido bastante produtiva. “O Sebrae faz parte da minha história. Em 2013, ganhei o prêmio Mulher de Negócios e fiquei em segundo lugar do país por ser uma pessoa inovadora nos negócios”, destacou. 

Inovação – A analista técnica do Sebrae Paraíba, Cláudia Pereira, explicou que com o dinamismo das informações e as diversas pautas que circulam com muita velocidade pela internet, a tendência é gerar ondas, assuntos, modismos e, até mesmo, estimular comportamentos, que muitas vezes ajudam os empreendedores a montarem ações de divulgação e de vendas que favorecem os seus negócios. “Sabendo utilizar essa informação de forma estratégica, pensada e tomando cuidados pra não parecer oportunismo, pode-se gerar para a empresa resultados inteligentes e bem positivos”, ressaltou.  

A analista frisou, também, que estar atento aos acontecimentos, tanto no seu ramo de atuação ou assuntos que estão em alta, pode ser uma boa oportunidade para a empresa se mostrar ativa e engajada, principalmente se o seu público for formado por pessoas com um perfil mais conectado e que interage ou reage positivamente aos estímulos da internet.  

“Durante muito tempo, pensou-se em inovação como algo que, necessariamente, envolvia tecnologia, um equipamento novo, máquinas ou softwares que ajudassem a empresa a ser mais produtiva. Hoje sabemos que a inovação, além de tecnológica, pode ser incremental, ou seja, melhorar algo que já existe na empresa, tornando o processo mais eficaz mesmo com poucas mudanças e pouco investimento. O importante é o empreendedor estar sempre buscando algo que possa diferenciar sua empresa das demais, por isso a necessidade dele estar centrado e observando o que acontece no mercado, com as pautas do momento e os hábitos de consumo, para, assim, estar pronto a oferecer ao seu público produtos ou serviços em dia com as necessidades e anseios dos mesmos”, concluiu. 




assessoria de imprensa Sebrae PB