Linguagem
Mensagens

Energisa realiza ação de conscientização no trânsito em João Pessoa

A iniciativa faz parte da Campanha Maio Amarelo, realizada desde o início deste mês pela Prefeitura de JP e que conta com o apoio da concessionária

Quem passa pela Avenida Epitácio Pessoa já percebe um colorido diferente no local. Quinze postes receberam pintura na cor amarela e mensagens de conscientização, para chamar atenção para uma situação preocupante: acidentes de trânsito com abalroamento de postes. Para se ter uma ideia da gravidade, apenas entre janeiro e início de abril deste ano, 209 motoristas se envolveram em acidentes com postes, com uma média de 2 ocorrências diárias, dentro da área de concessão da Energisa. Em 2020, nesse mesmo período, foram 190 ocorrências.

Outros cinco postes serão pintados na Avenida Ruy Carneiro. Para esta iniciativa, a Energisa Paraíba realizou um mapeamento e análise dos locais com maior ocorrência de acidentes. A ação faz parte das atividades da Campanha Maio Amarelo 2021, que tem como tema “Respeito e Responsabilidade: pratique no trânsito”. Na Capital, as ações, realizadas deste o início deste mês pela Prefeitura Municipal, contam com a parceria da Energisa.

“O objetivo da ação é promover a empatia e a humanização das estatísticas de acidentes de trânsito e chamar atenção sobre como a impaciência e a intolerância refletem nas atitudes das pessoas quando estão dirigindo”, explicou Heitor Galdino, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho da Energisa Paraíba.

De acordo com os órgãos fiscalizadores de trânsito, esses acidentes geralmente ocorrem durante a madrugada ou finais de semana. “Em sua grande maioria, poderiam ser evitados por conta de atitudes mais seguras. Os acidentes nunca ocorrem apenas por um fator isolado, a soma de fatores potencializa os perigos, como o excesso de velocidade, o uso do celular e o uso de álcool ao dirigir. É muito importante adotar uma atitude mais segura no trânsito, seja quando estiver como pedestre, como condutor, como ciclista.”, complementou Heitor Galdino.

Consequências

Além do impacto da batida - que pode ter graves consequências para os ocupantes dos veículos - ainda tem o risco de choque elétrico, tanto para o acidentado, como para quem está nas proximidades. Por isso, a Energisa alerta que o melhor a fazer é esperar dentro do carro, sem tocar em partes metálicas, e esperar uma equipe da concessionária chegar ao local e realizar os procedimentos necessários com segurança. Quem passar perto da colisão deve manter distância.

Após a batida, é necessário chamar equipes de socorro, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ou Corpo de Bombeiros. Em caso de urgências envolvendo a rede elétrica, a Energisa deve ser avisada imediatamente para que os reparos sejam feitos de forma segura, por meio do 0800 083 0196.

Falta de energia

Os acidentes ainda trazem outros problemas, como a falta de energia nas residências e comércios ligados à rede próxima da ocorrência. Isso afeta a distribuição de energia, deixando os clientes sem o fornecimento até que o reparo na rede seja finalizado.
Dependendo da ocorrência, é possível manobrar a carga remotamente e minimizar os impactos, mas as casas próximas ao local do poste atingido vão ficar sem energia.

Normalmente, o restabelecimento demora em média 4h, dependendo do local e dificuldade de acesso, além do tipo e quantidade de estruturas e equipamentos envolvidos. Existem casos em que o dano à rede é tão grave que é necessário trocar mais de um poste. “Mesmo com nossa tecnologia para minimizar a quantidade de clientes atingidos, a região mais próxima da ocorrência vai ficar comprometida durante esse intervalo de tempo”, explica a Gerente de Construção e Manutenção da Energisa na Paraíba, Danielly Formiga.



Energisa