Linguagem
Compra e venda de empresas

Entenda como fazer um bom negócio na hora comprar uma organização

O comprador deve avaliar o histórico da empresa, reduzindo assim as chances de insucesso

Foto: pixabay
Para quem está buscando empreender, há sempre a opção de começar um negócio do zero ou partir para o processo de compra e venda de empresas já em funcionamento. Para qualquer uma das opções, há vantagens e desvantagens que devem ser avaliadas de acordo com o perfil e os objetivos do empreendedor.

Primeiramente, é preciso ficar claro que os riscos inerentes a tocar um negócio estão presentes tanto se você quiser abrir sua própria empresa quanto se quiser comprar uma em funcionamento. A segunda opção traz, contudo, diversas alternativas de negócios à venda já consolidados e que saíram da fase inicial do primeiro ano de operação, que exige esforço intensivo e investimento para tornar a marca conhecida.

A compra de uma empresa já em funcionamento traz também vantagens como uma carteira de clientes já consistente, infraestrutura, mão de obra e nome estabelecido, podendo ser uma excelente oportunidade de expansão.

Para fazer um bom negócio na hora de adquirir uma organização, o comprador deve avaliar o histórico da empresa, reduzindo assim as chances de insucesso caso a empresa à venda apresente informações o suficiente que mostrem potenciais oportunidades de crescimento no futuro.

Mas como se assegurar de que a empresa está apresentando as melhores condições na hora da negociação de compra e venda? Aqui apontamos alguns cuidados que devem ser tomados durante esse processo.

●  Conheça bem a empresa que está pensando em comprar

Ao começar a procurar os negócios disponíveis para venda no mercado, é preciso conhecer bem o seu alvo a partir de um estudo de mercado antes de assinar qualquer acordo. O primeiro passo é verificar se a empresa em potencial possui sinergias com os atuais negócios ou com o propósito do empreendedor. Também é preciso avaliar a reputação da empresa e sua cultura empresarial. Há uma infinidade de ofertas de empresas no mercado, então analisar os concorrentes pode ser uma boa estratégia para garantir que este seja, de fato, o melhor investimento a ser feito no momento.

●  Analise a documentação

Toda empresa à venda deve ter mapeado seu histórico financeiro e contábil para que seja apresentado aos potenciais compradores. Por isso, tenha certeza de que esses documentos estejam todos em mãos na hora da negociação. Isso dará insumos para que você verifique o desempenho da empresa nos últimos anos, bem como para conseguir projetar as oportunidades de crescimento futuras.

●  Valor da aquisição

O segundo passo é analisar se o valor que está sendo ofertado é justo para fechamento do negócio. Se o processo de venda for competitivo, muitas vezes o comprador acaba precisando fazer a melhor oferta de compra possível para garantir o fechamento do negócio. Para evitar uma oferta alta demais, é importante avaliar a empresa adquirida a partir do fluxo de caixa, calculando também esse valor quando adicionado à empresa adquirente. A avaliação de sinergias também é extremamente importante para definir um preço justo. Isso porque são essas sinergias que terão impacto no lucro futuro após a aquisição.

●  Integração Pós-Fusão

A integração após a compra da empresa e fusão no negócio atual, também conhecida como Post Merger Integration (PMI), é o que garantirá que as sinergias apontadas na hora da negociação sejam integradas após o fechamento do contrato. Efetivar as sinergias previstas evita com que o comprador caia na armadilha comum na compra de uma empresa, que é a perda de valor com a aquisição.

●  Conte com ajuda profissional

Na prática, um empresário precisa garantir que o fechamento do negócio de fato traga o valor esperado, diminuindo os riscos com a aquisição da empresa. Mas o passo a passo de todo esse processo de compra e venda de empresas passa pelo estudo de mercado, assinatura de um acordo de confidencialidade, modelagem e valuation da empresa, oferta não vinculante de aquisição, due diligence, oferta vinculante da negociação, até a assinatura do acordo de compra e venda.

Esse pode ser um processo longo, e requer ajuda de profissionais com experiência, especializados em determinadas áreas e que podem ajudar a criar valor à aquisição. A Capital Invest oferece consultoria em M&A, auxiliando empreendedores na compra e venda de empresas com maior valor e menor risco.




Assessoria