Linguagem
Saúde

Especialista alerta para importância do controle da asma durante o inverno

Inflamações respiratórias são mais comuns nesta época do ano pneumologista ressalta papel da prevenção

Foto: divulgação
O inverno no Hemisfério Sul começa oficialmente no dia 21 de junho, mesma data em que é celebrado o Dia Nacional de Controle da Asma. O clima frio e seco desidrata as vias aéreas e isso pode causar irritação e piora de problemas respiratórios. O alerta é do pneumologista Agostinho Neto, médico cooperado da Unimed João Pessoa.

De acordo com estimativa da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), existem aproximadamente 20 milhões de asmáticos no Brasil. Antes da pandemia da covid-19, a asma era uma das principais causas de internação no Sistema Único de Saúde com cerca de 350 mil internações por ano, segundo o DataSus (banco de dados do SUS).

Agostinho Neto alerta que o inverno facilita aglomerações em ambientes fechados, o que aumenta a possibilidade de infecções e exposição a ácaros e mofo. “Na nossa região, a queima de fogueira é outro fator que ocasiona a inalação de fumaça e piora as inflamações nas vias aéreas”, alerta. Ele também chama a atenção para o cigarro, que expõe o sistema respiratório a mais de cinco mil substâncias, muitas tóxicas e cancerígenas.

Prevenção - Para evitar crises, o especialista recomenda manter o uso regular das medicações inalatórias prescritas, hidratar-se e não fumar. “É comum que pacientes crônicos relaxem na utilização dos remédios quando estão sem sintomas, porém quanto mais regular o uso e a prevenção da exposição à fumaça e alérgenos, menos sintomas a pessoa terá”, ressalta.

Segundo o pneumologista, o Dia Nacional de Controle da Asma é importante para lembrar desse problema e reforçar as medidas para evitar complicações. “Controlar adequadamente a asma é fundamental para uma vida plena na escola, no trabalho, nos esportes, socialização e lazer”, completa.




assessoria